All fields are required.

Close Appointment form

icon
Dislexia

O que é Dislexia?

O processo de aprendizagem é uma combinação de capacidades, incluindo o processamento visual e auditivo, atenção, memória e resolução de problemas. Estas diferentes capacidades estão correlacionadas com diferentes regiões do cérebro.

A dislexia é uma doença que causa dificuldades em qualquer uma das capacidades referidas acima, resultando num atraso do processo de aprendizagem. Esta não só se manifesta numa dificuldade na aprendizagem, como também conduz a problemas emocionais, ansiedade e frustração. As crianças são particularmente susceptíveis a esta vulnerabilidade, podendo culminar em comportamentos caracterizados pela resistência em seguir instruções ou inclusive à desistência ou evitamento das tarefas que os confrontem com dificuldades.

Deverá, no entanto, ser tido em conta que este comportamento não é voluntário; as crianças que apresentam dislexia não diferem dos seus colegas no que diz respeito ao desejo de estudar e aprender.

Sintomas comuns da dislexia:

  • Propensão para divagar mentalmente (“ter a cabeça nas nuvens”), e tendência para perder a noção do tempo
  • Dificuldade em manter a concentração e a atenção
  • Dificuldade na compreensão do texto escrito, conduzindo à confusão
  • Dificuldade em converter o pensamento em discurso; tendência para discurso intermitente (“falar aos solavancos”) 
  • Disposição para ser rotulado como “pouco inteligente” e “não se esforçando o suficiente”
  • Predisposição para conceber assuntos de estudo e aprendizagem como excessivamente desafiantes, culminando em baixa autoestima, ansiedade e frustração
  • Manifestação de tonturas e dores de cabeça durante actividades de leitura
  • Aparentes dificuldades ao nível da visão, não justificados ou validados por exames oftalmológicos
  • Problemas de memória para sequências numéricas ou alfabéticas, factos e informação não previamente aprendida

 

As dificuldades na aprendizagem e processamento de informação variam significativamente entre indivíduos; portanto, o diagnóstico e tratamento deve ser elaborado e implementado num formato que atenda às características individuais da pessoa. Os métodos de aprendizagem são, por norma, adaptados à velocidade de aprendizagem e às necessidades da criança, o que pode resultar numa melhoria da mesma. Contudo, estas adaptações não constituem tratamento e não resolvem efetivamente o problema.

Como podemos agir sobre a Dislexia?

A dislexia pode ser consequência de diversas causas, bem como de diferentes regiões do cérebro, o que torna a avaliação desta problemática com recurso a um registo da actividade cerebral um método mais conveniente. Aqui, na clínica Neuro Improve, além de realizarmos testes e exames neuropsicológicos que avaliam a dificuldade na aprendizagem, também avaliamos a atividade cerebral através de um electroencefalograma. Através da combinação de toda a informação, iremos elaborar um plano de tratamento personalizado e inteiramente focado nas necessidades e capacidades da criança.

Em primeiro lugar, o recurso à terapia de neurofeedback permitirá apaziguar o stress e ansiedade presentes na criança, conduzindo a uma melhoria rápida na compreensão escrita. Por si só, esta será considerada uma melhoria significativa para a criança, fomentando um aumento da autoestima e autoconfiança e conduzindo a uma motivação enriquecida para a colaboração nos contextos familiar e escolar. Numa fase mais avançada, promoveremos a concentração, atenção e capacidade de memória com recurso à terapia de neurofeedback.

Vale a pena recordar que, uma vez que a terapia de neurofeedback se baseia em jogos de computadores e em diversão, a criança irá manter-se motivada tanto para as sessões de terapia como durante as mesmas e irá decididamente colaborar connosco, obtendo assim os melhores resultados. Estas circunstâncias conduzirão a uma melhoria acentuada da qualidade de vida da criança nas esferas escolar, social e familiar.

Assim, tudo o que precisa de fazer é observar a criança e perceber se ela demonstra algum dos sintomas acima mencionados, entrando de seguida em contato connosco.

 

O que é o Neurofeedback e como pode ajudar?

artigo hiperactividade

Como a DISLEXIA age no cérebro?

Segundo neurocientistas da Georgetown University Medical Center (Estados Unidos), a anatomia cerebral de homens e mulheres com dislexia é diferente[...] Ver artigo


artigo hiperactividade

Dislexia, o “Bicho Papão”: Conheça os sinais de alerta

A Dislexia é atualmente uma das Perturbações de Aprendizagem Específicas mais comum e que em Portugal afecta cerca de 5,4% das crianças em idade escolar[...]Ver artigo

Testemunhos

Queria felicitar a toda a equipa da Neuroimprove, pelo esforço, atenção e principalmente pelo profissionalismo demonstrado.

O que distingue os profissionais de qualquer área não é o conhecimento que possuem, mas a vontade de ir mais longe, superando a cada dia e a cada hora.

Diria que como investigador sei bem a dificuldade que é, de encontrar resultados efectivos para cada problema encontrado.

Continuem assim…
Marco!

Marco, Pai do Ricardo, 10 anos, Dislexia

O que esperar na avaliação?

  • Iremos avaliar o comportamento da criança na sessão inicial
  • Iremos avaliar a capacidade de aprendizagem da criança através de testes e exames neuropsicológicos de dificuldade de aprendizagem
  • Iremos avaliar a atividade e padrão cerebral da criança pela técnica de electroencefalograma
  • Iremos analisar a discutir os dados obtidos com a nossa equipa de especialistas
  • Será informado do estado da criança
  • Iremos sugerir um plano de tratamento e apenas aí irá decidir se quer ou não esse tratamento para a criança

Faça a Sua Marcação Online

Campos com * são obrigatórios.