All fields are required.

Close Appointment form

icon
Asperger

O que é a Síndrome de Asperger?

A Síndrome de Asperger é uma perturbação neurocomportamental de base genética. Pode ser definida como uma perturbação do desenvolvimento que se manifesta por alterações sobretudo na interacção social, na comunicação e no comportamento. Embora seja uma disfunção com origem num funcionamento cerebral particular, não existe nenhum marcador biológico, pelo que o diagnóstico baseia-se num conjunto de critérios comportamentais.

A Síndrome de Asperger, está enquadrada nas Perturbações do Espectro do Autismo, é uma condição que afeta o modo como a pessoa comunica e se relaciona com os outros. Entre outras características, as mais comuns, quer sejam crianças, jovens ou adultos, podem-se  destacar:

Sintomas comuns de crianças com Asperger incluem:

  • Dificuldade no relacionamento interpessoal
  • Dificuldade na comunicação verbal e não-verbal
  • Interpretação literal da linguagem
  • Dificuldade ao nível do pensamento abstrato
  • Rigidez de pensamento
  • Dificuldade na empatia
  • Comportamentos rotineiros ou repetitivos
  • Interesses limitados e especiais
  • Peculiaridades do discurso e da linguagem
  • Hipersensibilidade aos estímulos sensoriais
  • Descoordenação motora
  • Dificuldade de auto-regulação emocional

Segundo a Asperger Syndrome Coalition of the United States, o início da Síndrome pode ser mais tarde do que é típico no Autismo - ou pelo menos é reconhecida mais tarde. Muitas crianças são diagnosticadas após os 3 anos de idade, com mais diagnósticos entre as idades de 5 e 9. Em geral, pessoas com Asperger são capazes de levar uma vida cotidiana normal, mas tendem a ser um pouco imaturas socialmente, relacionam-se melhor com adultos do que com os seus pares, e podem ser vistos pelos outros como estranhos ou excêntricos.

Na maioria dos casos não há atrasos evidentes no desenvolvimento cognitivo. Embora as crianças com Asperger possam ter problemas de atenção e organização, têm habilidades que parecem mais bem desenvolvidas em algumas áreas e deficitárias em outras, normalmente têm inteligência média ou acima da média.

Aqui na Clínica Neuro Improve, depois de uma análise comportamental, iremos quantificar a atividade cerebral. A combinação da avaliação neurológica e comportamental permitir-nos-á encontrar o nível mais preciso de atividade em cada região do cérebro.

O que é o Neurofeedback e como pode ajudar?

artigo hiperactividade

SÍNDROME DE ASPERGER e o NEUROFEEDBACK – uma relação com cada vez mais resultados!

A técnica do Neurofeedback tem vindo a ganhar o seu espaço na comunidade científica e consequentemente na área clínica que cada vez mais a aplica e recomenda aos pacientes[...] Ver artigo


artigo hiperactividade

O que é o NEUROFEEDBACK? O Neurofeedback é uma técnica avançada que treina o cérebro de forma a que este seja capaz de se autorregular[...]Ver artigo

Testemunhos

Estimada equipa da NeuroImprove,

Quero aqui expressar o meu agradecimento pelo ótimo trabalho que têm feito com o meu pequeno Rodrigo, um menino super amoroso, cheio de ideias, mas com uma atenção menos bem comportada, o que se traduzia em alguns castigos na escola e incompreensão por parte da educadora e até dos colegas.

Desde que iniciou os tratamentos/consultas, o Rodrigo melhorou imenso o seu comportamento, já deixa que se leia uma história do início ao fim, sem interromper 50 vezes, já faz desenhos mais bonitos, lida melhor com a frustração, canaliza muito melhor a sua criatividade.
Para ele as consultas são um momento de diversão e adora ver os filmes que lhe colocam.

Recomendo vivamente este tratamento. Não somos perfeitos nem queremos ser, mas queremos sentir-nos enquadrados nos grupos a que pertencemos e, hoje em dia, o Rodrigo sente-se mais integrado e, mais importante, mais feliz!

Obrigada. Muito obrigada.
Sandra Miranda

Mãe do Rodrigo, 6 anos, Síndrome de Asperger

Quero felicitar a equipa da NeuroImprove pelo profissionalismo e empenho em cada dia.
A Catarina tem evoluído de forma positiva e revela mais maturidade e responsabilidade. Parabéns e votos de sucesso para todos.

Beijinhos,
Sónia Exposto

Mãe da Ana Catarina, 11 anos, Síndrome de Asperger

O que esperar na avaliação?

  • Iremos avaliar o comportamento da criança na sessão inicial
  • Iremos avaliar a atividade e padrão cerebral da criança com o aparelho de electroencefalograma
  • Iremos analisar e discutir os dados obtidos com uma equipa de especialistas
  • Forneceremos uma informação do estado neurológico da criança
  • Providenciaremos uma proposta de tratamento; face a esta, a decisão de prosseguir ou não com o tratamento será realizada.

 

Faça a Sua Marcação Online

Campos com * são obrigatórios.